Moradores de RT de Franco da Rocha participam de Festival Internacional

Moradores de RT de Franco da Rocha participam de Festival Internacional

Um dos residentes, inclusive, esteve numa live com uma artista sul-coreana, portadora da Síndrome de Down

Publicada em 20 de setembro

Moradores das residências terapêuticas de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, participaram da programação do festival Soy Loco por Ti Juquery na última semana. As unidades são administradas pelo Instituto Alpha de Medicina para a Saúde, por meio de um contrato de gestão com a prefeitura local.

O evento é um festival de arte e novas mídias, gratuito e aberto ao público, que propõe uma ocupação cultural do Complexo Hospitalar do Juquery, localizado em Franco da Rocha, São Paulo. Além de oficinas e rodas de conversa, o projeto também contempla uma residência artística, que busca um encontro entre diferentes olhares, linguagens e trajetórias artísticas, atravessado pela história do Juquery.

Entre a programação prevista, uma delas chamou a atenção e repercutiu na cidade: uma live que criou uma verdadeira conexão entre Franco da Rocha e a Coreia do Sul. A artista sul-coreana Eun-hye Jeong, portadora de síndrome de down, encontrou os artistas francorrochenses Satílio e Nailton, usuários reconhecidos pela qualidade de seus trabalhos. Satílio, inclusive, é um dos moradores da Residência terapêutica e também é reconhecido por seu talento em artes plásticas. O encontro foi transmitido ao vivo pelo youtube do festival. Confira como foi:

 

Clique no play e acompanhe a live!

Soy louco por ti Juquery

O festival, que fez sua estreia em 2018, foi criado a partir do desejo de ressignificar o Juquery, relembrando o papel fundamental que a arte possui em sua história em função da atuação do psiquiatra, crítico de arte e músico paraibano dr. Osório Thaumaturgo César (1895 -1979) na instituição, pioneiro no uso da arte como ferramenta terapêutica no tratamento psiquiátrico. O projeto também pretende contribuir para a discussão sobre os planos futuros do uso de seu espaço por parte da população.

2019 - Instituto Alpha - Todos os direitos reservados | Admin
Skip to content